Projeto Partilha do Sensível

Projeto: A partilha do sensível: musicando e poetizando a Universidade.

Objetivo geral: colaborar para a formação sensível dos integrantes da UFSC e do município de Curitibanos (SC).

Objetivos específicos: socializar; inspirar a empatia; suscitar manifestações sensíveis na vida frente à frieza científica e social; instigar a inconformidade diante do domínio social; celebrar a vida.

Procedimento: em uma frequência quinzenal, será realizada uma apresentação musical nos prédios do CBS 01 ou do CEDUP, de modo alternado. Também, nesse intervalo, será exibida uma poesia na entrada dos dois prédios mencionados.

Como um respiro, um relampejo, um gesto de inconformidade, um sim à vida, uma forma de fazer circular os afetos! O projeto “A partilha do sensível: musicando e poetizando a Universidade” – é inspirado nas reflexões do filósofo Jacques Rancière, especialmente no seu livro: “A partilha do sensível: estética e política” (2005) – visa promover um espaço e um tempo no cotidiano da UFSC do Campus de Curitibanos para que seus integrantes e pessoas do município de Curitibanos partilhem os seus modos sensíveis, artísticos, de manifestar e celebrar a vida.

Acreditamos na importância da partilha do sensível no universo acadêmico, que muitas vezes se rende a uma “frieza cientificista” que se afasta das delicadezas das humanidades, afetando a socialização, a reflexão crítica, a saúde mental, a formação, obstacularizando a produção do próprio conhecimento.

Partilhar sensibilidades pressupõe a apresentação de um modo singular de sentir, pensar e intervir no mundo, o que pode colocar em questão as pretenciosas tentativas de domínio social. E a experiência estética com essas sensibilidades pode suscitar outros modos de pensar a si e o mundo, mantendo os sujeitos e a sociedade em um contínuo devir. Nesse sentido, a arte carrega consigo uma potência antiabsolutista que atualiza a multiplicidade da vida, expandindo nossas subjetividades para uma autorreflexão crítica.

Para este projeto, propomos um tema gerador para cada ano. E o tema para o ano de 2020 será: “A luta estudantil”. Esse tema emergiu das manifestações estudantis e sociais que vêm acontecendo no Brasil e na UFSC do campus de Curitibanos, especialmente em 2019, frente à progressiva precarização que a educação pública está sendo alvo: cortes de verbas, perseguição, intimidação, censura à atividade docente, anti-intelectualismo, negacionismo científico, militarização, “escola sem partido”, movimento anti-escola, moralismos, negação da diferença. Além de se colocar como crítica à contínua violação dos direitos humanos em curso.

Frente a essas realidades que ameaçam a educação, a sociedade, a vida, o projeto “A partilha do sensível” se põe como um convite à UFSC Curitibanos, ao Município de Curitibanos, à sociedade, para a conscientização e a defesa da educação pública e o enfrentamento contra a violação da vida.

Assim, convidamos os/as estudantes, servidores/as, terceirizados/as, pessoas do município de Curitibanos para partilharem suas sensibilidades artísticas!

No ano de 2019 foram exibidas 8 poesias de estudantes e servidores da UFSC Curitibanos e aconteceram 8 apresentações musicais, com 37 artistas da UFSC Curitibanos e com a participação de aproximadamente 512 pessoas. Vejam o registro das apresentações musicais clicando aqui!

Para participar do projeto, preencha o(s) formulário(s) referido(s) ao(s) seu(s) interesse(s):

Musicando a Universidade:

Poetizando a Universidade:

Coordenação: Lucas Emmanoel de Oliveira (psicanalista e psicólogo educacional da UFSC Curitibanos).
Contato: lucas.emmanoel@ufsc.br